Vamos tornara as utopias uma realidade, esse é o futuro!!!

Somos homens e mulheres de coração aberto caminhando juntos para o futuro com força e alegria, convocando todos os voluntários movidos por ideais e sonhos, aspirando a uma revolução não violenta onde o ser humano é o valor central e onde todos tenhamos os mesmos direitos e oportunidades.

Durante a Pandemia, ficou claro que os problemas sociais vivenciados eram globais por efeito da globalização e que existiam em proporções diferentes em todas as partes do planeta. Valorizamos e apreciamos o trabalho de milhares de pessoas de todas as etnias e culturas que facilitaram a vida de outras pessoas com uma atitude humanista.

O mundo muda rapidamente e a situação global é cada vez mais complexa e tensa, as soluções que são dadas repetem os erros que não foram superados repetidamente. E embora pareça que nada é imóvel, os poderosos e governantes deste momento não têm controle sobre o futuro. O que está acontecendo é o resultado de um sistema desumano e violento que já fracassou e que já foi superado pelo ser humano desta época, pois em seu coração está a semente dos novos tempos como um grito profundo de milhares de anos querendo retomar uma direção perdida ao longo da história humana.

E mesmo que se queira uniformizar as populações com um único ponto de vista, através das informações midiáticas sobre os acontecimentos, o clamor do povo diz SIM à VIDA, Sim à PAZ e SIM à NÃO VIOLÊNCIA ATIVA.

Nesta encruzilhada em que nos encontramos de PAZ CRESCENTE OU DESTRUIÇÃO CRESCENTE, escolhemos PAZ CRESCENTE com a intenção de deixar para trás tudo o que trouxe ruína e morte para a humanidade, dando lugar ao novo que quer se manifestar e que alguns procuram sufocar .

Vamos ouvir nossos corações e imaginar como queremos que seja nosso futuro, um futuro que vale a pena viver realizando utopias.

Nossas aspirações são:

  • Desmantelamento progressivo de arsenais nucleares
  • Retirada das tropas invasoras dos territórios ocupados
  • A priorização do diálogo como metodologia para a resolução de conflitos e o repúdio ao fato armado das guerras no âmbito constitucional.
  • Educação, saúde e qualidade de vida como eixos fundamentais da organização social mundial.
  • Diminuição progressiva dos orçamentos de defesa de todos os países e aumento dos orçamentos de saúde, educação, serviços sociais, serviços básicos para todos os habitantes do planeta.
  • Redefinição do papel das Forças Armadas para que estejam ao serviço das populações
  • Conscientização da nossa casa comum para protegê-la, pressionando os governos a implementar políticas ambientais eficazes e não apenas discursos.
  • Cumprimento dos Direitos Humanos. Tornar o progresso disponível para todos e não apenas para alguns.
  • Democracia real e informal
  • Afirmação da liberdade de ideias e crenças e o reconhecimento da diversidade pessoal e cultural dos povos.
  • O repúdio à violência de todos os tipos: física, econômica, sexual, religiosa, psicológica
  • Poder escolher e praticar a espiritualidade que cada um prefere.

Sentimos que todas as gerações que vivem neste tempo são a ponte entre as gerações que nos precederam e as que virão, por isso somos responsáveis pela direção das nossas ações porque o que fazemos com elas não é indiferente.

“A não violência é a força que transformará o mundo” Silo

Se sua atuação como indivíduo, membro de alguma organização social, vai nesse sentido, incentivamos você a aderir a este documento e participar do próximo Fórum Humanista Mundial a ser realizado de 19 a 27 de novembro de 2022 com atividades e por diferentes plataformas virtuais, sendo um compromisso com a humanização do mundo, um esforço consciente para superar a dor e o sofrimento e aprender sem limites. Sem você as utopias nunca se realizarão.

Chegou a hora de pessoas boas se unirem na construção desse futuro amado a que todos aspiramos, e para que isso aconteça precisamos de todos os humanistas do mundo.

Promotores do Fórum Humanista Mundial 2022

Adiro a este documento como indivíduo/organização social: